AMOR PROIBIDO

Clara Strapazzon


Não sei se é pecado este amor proibido
Se existe perdão para o meu coração
Que chora, extrapola, se sente ferido,
Por amar deste jeito com tanta paixão.



Sinto-me tua, mas não te pertenço,
Procuro por ti, mas não estás aqui,
O que faço eu deste amor tão intenso,
Se nem mesmo posso ofertá-lo pra ti?



Meu pranto contido, nos versos que faço,
Ocupa o espaço entre a saudade e a dor,
Já não posso dizer que meu peito é de aço,
Se vive aos pedaços, com torturas de amor.





           






 

Envie essa página a um amigo

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do Amigo
E-mail do Amigo:
Digite uma mensagem para seu amigo

 



Design by Clara Strapazzon ®

Copyright © 2010 by Clara Strapazzon

Todos os direitos reservados.

 

you needed me


Mais uma opção de envio

°·.¸.·°¯°·.¸.·°¯°·.¸.-> Clara Poesias:O Jardim das Emoções<-.¸.·°¯°·.¸.·°¯°·.¸.·°