Mesmo fechados, meus olhos te veem,
Mesmo distante, te encontro em mim,
O meu coração, já, não se contém,
Quer logo ouvir, de teus lábios, um sim.



A todo o momento, me vejo assim:
Em sin-to-ni-a contigo, meu bem!
Mesmo fechados, meus olhos te veem,
Mesmo distante, te encontro em mim.



Nas horas caladas, um som intervém,
Escuto tua voz, qual um querubim,
Busco nosso cantinho, sem ninguém,
E fico a te ouvir cantar para mim...
Mesmo fechados, meus olhos te veem!



Clara Strapazzon

 

 

 

                

 


 

Envie essa página a um amigo

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do Amigo
E-mail do Amigo:
Digite uma mensagem para seu amigo

 


Design by Clara Strapazzon ®

Copyright © 2011 by Clara Strapazzon

Todos os direitos reservados.