Você é, o pai dos versos, que faço,
Cada traço, tem um pouco de você,
É o doce aconchego do regaço,
Esse abraço não me deixa à mercê.

 


Os nossos filhos, crescem cada dia,
Nessa magia, que encanta e dá prazer,
São eles, que me fazem companhia,
Pura alegria, afagos no meu ser!

 


Esse verso nasceu quando foi embora,
Hoje ele implora, pra você voltar;
Não demora, pois, é chegada a hora;
De ter você, aqui, no nosso lar.

 



Com você conosco, tudo é lindo!
Você aqui, será sempre, bem-vindo!

 



 
 
 
 
 
 
 

 



 

                     

 

  


 

Envie essa página a um amigo

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do Amigo
E-mail do Amigo:
Digite uma mensagem para seu amigo


Design by Clara Strapazzon ®

Copyright © 2010 by Clara Strapazzon

Todos os direitos reservados .

 

Aprendi