Voltei para o teu lado,
Eu nem sei, porque parti...
Sofri demais, quase morri,
Por eu ter te abandonado.

Voltei... por não conseguir,
Viver longe de ti, meu amor,
Tu és, a razão do meu existir,
Dás à vida, um doce sabor.

Agora estou de volta,
Sinta o meu amor por ti,
Esqueça a dor e a revolta
Perdoa-me se te feri.

Quero vê-lo sorrindo, outra vez,
Aqui estou, para ser toda tua,
Deixe fluir a tua lucidez,
Perceberás que o amor continua.

Teu coração, está dentro do meu,
Pulsando no mesmo compasso,
Está dizendo, que não me esqueceu,
Quer partilhar, o mesmo espaço.

Este espaço, que sempre foi teu,
Não importa, onde eu estiver,
Aquela chama, já reacendeu,
Serei eternamente tua mulher!
 
 
(Clara Strapazzon)

 
                 
 
 
 
 

Envie essa página a um amigo

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do Amigo
E-mail do Amigo:
Digite uma mensagem para seu amigo

 


 

Design by Clara Strapazzon ®

Copyright © 2011 by Clara Strapazzon

Todos os direitos reservados.

 

   Roberto Carlos: O Portão